Banner Logomarca

 

Home | Mapa do site | Fale Conosco

 

--------------------

 

Árvores Urbanas do DF

 
 
 
 
 ● Espécies Exóticas
 
 ● Frutíferas Comestíveis
 
 ● Espécies no Lugar Errado
 
 ● Leis Ambientais
 
 ● Links Úteis
 
 ● Fale Conosco
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Pau-de-Tucano - (Espécie Nativa)

 

Pau-de-Tucano

 Vochysia tucanorum Mart.

 

 

Sinonímias: Cucullaria  tucanorum Spreng

 

Família: Vochysiaceae

 

Nomes comuns:  cinzeiro, fruta-de-tucano, caixeta, cinzeira, coxa-de-frango, rabo-de-tucano, rabo-de-arara, canela-santa, amarelinho, vinheiro, pau-de-tucano, pau-doce, vinheiro-do-mato, tucaneira, gomeira.

 

Floração: julho a fevereiro.

 

Frutificação: setembro a fevereiro.

 

Fitofisionomia: Cerradão e Mata de Galeria.

 

Características gerais:

O pau-de-tucano é uma árvore de grande porte (de 8m a 12m de altura), excelente para a arborização urbana devido a sua constituição robusta e à beleza de sua floração. O único empecilho, quando utilizada para esses fins, é a lentidão de seu crescimento. Suas folhas são glabras (sem pêlos) e de tonalidade verde-escura. Suas belas flores são amarelas e se destacam em meio à paisagem, podendo ser identificadas à distância. A Vochysia tucanorum apresenta dispersão ampla e produz grande quantidade de sementes ao ano. Os frutos são cápsulas lenhosas, amarronzadas e secas. Quando maduros, se abrem (são deiscentes) expondo as sementes. O nome da espécie (tucanorum) é uma alusão ao fato da árvore ser, com certa freqüência, visitada por tucanos.

 

 

 

Pau-de-Tucano

 
     
     
 

Pau-de-Tucano

 
     
     
  Pau-de-Tucano  
         
         
  Pau-de-Tucano  
         
         
     
 

Fontes:

 

França, F. 2010. Vochysiaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. (http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2010/FB015322 em 21 de outubro de 2010).

 

LORENZI, H. Árvores Brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. v. 1. Nova Odessa: Plantarum, 1992. 352 p.

 

NCBI. Disponível em http://www.ncbi.nlm.nih.gov/Taxonomy/Browser/wwwtax.cgi , acessado em 03 de outubro de 2010.

 

SILVA JÚNIOR, M. C. +100 árvores do cerrado: guia de campo. Brasília: Rede de Sementes do Cerrado, 2005. 288p.

 
         
 
--------------------------------

Melhor visualizado com Internet Explorer 8.0 - Firefox  3.6 Google Chrome 6.0 ou  posteriores

Resolução  de 1024 x 768 32 Bits de cores

Webmaster:

Ivison Ramos

Logomarca

 
Home | Espécies Exóticas | Frutíferas Comestíveis | Espécies Lugar Errado | Leis Ambientais | Links Úteis | Fale Conosco